Quem de nós?



Estou me sentindo tão esquisita, que mal posso me expressar. No meio de toda essa bagunça, não consigo encontrar ninguém que possa me ajudar sem esperar algo em troca. Está difícil encontrar alguém em quem eu possa realmente confiar e apostar minhas últimas fichas.
Onde está você agora ? Quero te encontrar e quero me entender. Por que foi assim? Infelizmente, nem tudo sai como diz o roteiro.
Me sinto um pouco desconfortável em ver qual é "a real". Ou talvez eu apenas seja mais estranha do que pareço ser, sei lá.
E apesar dos pesares, eu só queria que houvesse algo que me assegurasse que o nosso destino seria o mesmo um dia. Mas pelo visto, isso é quase impossível de acontecer, então, quem de nós dará o braço a torcer ? Quem de nós vai desistir ou persistir ? Quem de nós irá se entregar ou se reservar ? Já não há para onde fugir. Tenho apenas duas alternativas : se entregar a solidão ou não.
Se ao menos eu pudesse lembrar onde tudo isso começou, eu poderia planejar como isso vai terminar... Parece que faz pouco tempo, mas eu não lembro. E eu quero que saiba, que eu nunca me arrependi de te amar. Nenhum obstáculo que há entre nós é maior do que eu sinto por você. Sim, é algo grandioso!
Hoje eu tento me desfazer desse laço, mas na verdade, eu não quero esquecer nem um detalhe seu ... e quero te conhecer mais, mais e mais.
Eu já quis te substituir por outras coisas, pessoas, lugares, sabores, manias ... e mesmo sem nunca te ter, nada se compara ao preço imensurável que há em ti, isso eu não posso negar. Às vezes sinto que estou danificando seu ego ao mostrar o quanto você é importante pra mim, mas eu quero que entenda que essa não é a minha intenção. Minha única intenção é te ter bem. De forma direta ou não.
Me desculpa a confusão nas palavras, mas está complicado conseguir te dizer alguma coisa, por isso escrevo, e até pra isso ... as coisas não estão fluindo no seu perfeito estado.
Dizem que as palavras não dizem nada, e se você concorda com isso ... entenda que isso é apenas mais uma bobagem minha. Caso contrário ... eu sei que você pode pegar no ar as coisas que eu quero te falar.



2 comentários: